Dicas

Para cada ambiente, uma lixeira, sabe como comprar?

O momento da compra da lixeira parece ser uma tarefa simples não é mesmo? Enfim, muitas pessoas acham que qualquer uma serve, pois o seu uso é somente para pôr lixo. Porém a importância das lixeiras é muito grande, são elas que possuem a capacidade de dar o destino correto ao lixo que produzimos.

Para cada estilo de ambiente existe uma lixeira apropriada, com inúmeros modelos e designs, com tamanhos e formatos adequados, indicados para cozinhas, banheiros, escritórios, áreas externas, entre outros espaços.

Cozinha

A lixeira da cozinha é sem dúvida a mais importante dentre todos os cômodos da casa. Como ela é aberta varias vezes ao dia, precisa ter um cuidado maior, e para uma higienização mais adequada ela deve possuir balde plástico removível, que facilita a retirada do lixo e sua limpeza em um processo prático e higiênico.

Como o lixo que é posto nela é conhecido como orgânico (restos de alimentos) onde a proliferação de bactérias é maior e mais rápida. Deve - se prestar muita atenção no momento da escolha desse item.

Você deverá escolher um modelo de lixeira de acordo com as dimensões da sua cozinha, ou seja, nada de uma lixeira grande em um espaço pequeno, uma vez que pode trazer alguns problemas de praticidade e higiene, e também é válido para o contrário.

As lixeiras com sensor para este ambiente podem cumprir bem sua tarefa, a pessoa não tocará na lixeira para abrir.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Banheiro

No momento de escolha da lixeira do seu banheiro de prioridade para as pequenas, ou médias. Pois evita a proliferação de bactérias e odores, ela tem a responsabilidade de manter a higiene deste espaço. E sempre que possível escolha lixeiras com pedais, para evitar o contato direto com as mãos a cada uso, preferencialmente com a parte interna móvel (como um balde) que você poderá tirar e lavar sempre que necessário. Proporcionando-lhe uma higienização melhor neste ambiente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escritório

Neste ambiente você poderá escolher vários tipos de lixeiras, de acordo com seu uso e suas necessidades diárias.

Recomenda - se, uma lixeira sem tampa que pode tornar o seu dia a dia mais fácil, pois a simplicidade e a praticidade desse modelo exercerá exatamente a função desejada. Um fato importante é que às vezes passa despercebido é que nos esquecemos de limpar as lixeiras do escritório, como na maioria das vezes só jogamos papel e plástico, não levamos em conta a lavagem do objeto. Afinal quem nunca jogou um pedaço de comida, um papel de bala, um chiclete, um copinho de café e essas coisas podem se tornar formadoras de bactérias e você não quer conviver com elas não é mesmo?!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Áreas Externas

Para este espaço as lixeiras devem ser maiores para poderem acumular mais resíduos, por ficarem em áreas de festas ou externas devem ser resistentes contra a ação da chuva e do sol por conta de ficarem em espaços abertos.

E também com a possibilidade de escolha da cor, proporcionado - lhe a separação ideal de seus resíduos. Esta técnica constitui na separação dos materiais que em vez de ficarem jogados por aí poluindo a natureza podem ser aproveitados e reciclados, isto pode trazer muitos benefícios para a natureza e sociedade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lixeiras Seletivas

Para a correta separação dos lixos orgânicos e do reciclável, adquire - se a lixeira de coleta seletiva. Elas possuem cores distintas, para melhor o descarte de diferentes tipos de lixos.

As lixeiras de coleta seletiva são muito importantes para a preservação do nosso planeta. Pois o processo de decomposição do lixo é lento e leva muitos anos para se decompor, além de estar poluído a natureza, por isso, quando separados corretamente podem ser reciclados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A lista abaixo mostra a padronização das cores para a separação de diferentes tipos de resíduos, baseados com as informações na Resolução CONAMA N° 275 de 25 de abril de 2001.

 

AZUL: papel/papelão

VERMELHO: plástico

VERDE: vidro

AMARELO: metal

PRETO: madeira

LARANJA: resíduos perigosos

 BRANCO: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde

ROXO: resíduos radioativos

MARROM: resíduos orgânicos

CINZA: resíduo geral não reciclável ou misturado, ou contaminado não passível de separação.

 

 

Fonte: Leroy Merlin/Magazine Luiza

Fonte: Departamento de Comunicação Marketing GhelPlus (13/11/2017)